Habemus Papam – Dir. Nanni Moretti – 2011

     Há um bom tempo o cinema italiano passa por um período em que poucos nomes novos surgem trazendo bons trabalhos, e a responsabilidade de honrar a grande cinematografia do país acaba caindo nas mãos dos cineastas mais consagrados, como Marco Bellocchio, os irmãos Taviani e Nanni Moretti. Em seu último trabalho, “Habemus Papam”, Moretti não decepciona e comprova a sua maior virtude, transitar com facilidade e talento entre o drama e a comédia. O diretor aproveita a história do Papa recém-eleito, que acaba tendo uma crise e foge para não assumir o seu posto, para fazer  uma crítica ácida a Igreja, a situação política na Itália e no mundo. Para isso, Moretti opta pelo tom cômico, deixando de lado o drama mais pesado de outros de seus trabalhos como “O Quarto do Filho”, mas enganam-se aqueles que pensam que isso possa enfraquecer as críticas do diretor.

Moretti utiliza um humor sutil e inteligente, sem precisar cair em polêmicas baratas para conseguir alfinetar a Igreja Católica. O maior trunfo do roteiro é humanizar a figura do personagem principal, representando o Papa em crise como um ator frustrado. Afinal, ser Papa é transformar-se em um personagem, um verdadeiro trabalho de atuação. O eleito recebe um novo nome (João Paulo II, Bento XVI, Pio X, etc), precisa decorar textos e falas (discursos, passagens da bíblia) e atua para uma plateia (fiéis). A imagem da sacada onde o pontífice deve aparecer pela primeira vez ao público remete diretamente a um palco teatral, com cortinas vermelhas e tudo mais.

Esse “medo do palco” gera vários questionamentos no novo Papa, e aí entra o trabalho excepcional do veterano ator Michel Piccoli, que consegue transmitir toda a fragilidade, medos e frustrações do personagem. Piccoli entrega uma das mais belas atuações vistas nas telas nos últimos tempos, engraçada e comovente. Falando em atuações, Moretti também está ótimo na pele do psicanalista ateu chamado pela igreja para tentar ajudar o Papa, e que acaba preso no Vaticano, vivendo alguns dias no meio dos sacerdotes, em uma realidade a parte do resto do mundo.  A interação desse personagem com os sacerdotes rende os momentos mais divertidos do filme. A sequência do campeonato de vôlei é magnífica, traçando um paralelo com a realidade geopolítica do mundo atual. Simplesmente genial!

Enquanto o psicanalista protagoniza os momentos mais cômicos, os mais dramáticos ficam mesmo por conta do Papa tentando se encontrar no mundo fora da Basílica de São Pedro. As cenas no ônibus e no Hotel, por exemplo, servem para mostrar o quanto a Igreja Católica nos últimos anos distanciou-se de seus fiéis e vem perdendo “público” para outras religiões.

O final pode desagradar a muitos, mas dentro da proposta do diretor ele é perfeito, forte e belíssimo. Muitos dizem que o humor e a ironia estão entre as formas mais contundentes de crítica, e o filme de Moretti está aí para comprovar essa teoria.

por Leonardo Ribeiro

Anúncios

Sobre Leonardo Ribeiro

Redator publicitário desde 2007 e cinéfilo desde sempre. Da tentativa de unir minha profissão e minha paixão nasceu o Blog, com o sonho de que as duas coisas tornem-se uma só. Quem sabe assim poderei multiplicar a DVDteca de 500 para 5.000 títulos. Escrevo também para o site Cult Cultura e estou sempre em busca de aprimorar o meu conhecimento na sétima (e minha favorita) arte. Ver todos os artigos de Leonardo Ribeiro

2 respostas para “Habemus Papam – Dir. Nanni Moretti – 2011

  • Rachel spinelii Marchiori

    Belissimas observações ,veramente Nanni Moretti é um dos poucos gênios do cinema italiano atual,ele trafega da direção à atuação ,com uma habilidade e precisão dignas de um cirurgião.Até mais !(Rachel Spinelli Marchiori)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: